agriFM

Selecciona una foto desde tu ordenador o arrastrala aqui. Tamaño recomendado 500px x 500px

Editar Canal


www.vetanco.com">
Thumb
Sube la imagen de tu podcast.Tamaño recomendado 500px por 500px.


nutriNews Brasil

Canal nutriNews Brasil

Seguir Seguir

Insetos na nutrição animal: fantasia ou realidade? – parte 2

Já não restam mais dúvidas do ponto de vista técnico sobre a eficiência em se utilizar insetos como alimento para animais monogástricos. Muitas foram as pesquisas realizadas ao redor do mundo sobre o uso de insetos na alimentação animal. Não tenho a intenção de fazer deste artigo uma revisão bibliográfica sobre os estudos já publicados nessa temática. Trago aqui apenas algumas breves informações para que o leitor da nutriNews tenha conhecimento sobre os aspectos nutricionais e a eficiência deste alimento para aves, suínos, peixes e PETs. Insetos na nutrição de avesOs insetos alimentícios podem ser fornecidos em forma de farinha, inteiros, desidratados ou até mesmo vivos, sendo esse último relativamente comum em produção de aves caipiras ou semiconfinadas por exemplo, para diminuir a bicagem de penas, melhorar o bem-estar animal ou diminuir o estresse ambiental nesse setor (Oddon et al., 2019; Veldkamp & Van Niekerk, 2019). Schiavone et al., (2019) encontraram melhora no peso final de carcaça de frangos de corte alimentados com 10% de substituição de soja por farinha de larva de mosca-soldado negra. As pré-pupas de mosca-soldado negra também foram consideradas altamente palatáveis para codornas, que apresentaram maior preferência pela farinha de inseto quando comparada a ração a base de trigo e soja fornecida ad libitum (Ruhnke et al., 2017). Em um estudo realizado por pesquisadores da USP e UFMG, os frangos de corte apresentaram preferência por farinha de larva de tenébrio comparado aos ingredientes convencionais (milho e soja) e melhoraram também a eficiência alimentar (Nascimento Filho et al. 2020). Com relação a aves de postura, uma melhora significativa foi observada na aparência, textura e sabor dos ovos de codornas com a inclusão de mosca-soldado negra na dieta das aves (Al-Qazzaz et al., 2016).   Insetos na nutrição de suínos De acordo com Biasato et al. (2019), leitões aceitaram prontamente as dietas com 5 e 10% de farinha de larva de mosca-soldado negra em substituição a 30 e 60% do farelo de soja, não sendo observada diferença na digestibilidade dos nutrientes da dieta e ganho de peso dos animais. Os autores indicam a inclusão de 10% de farinha de larva de mosca-soldado negra para leitões pós desmama. Altmann et al. (2019) avaliaram a substituição do farelo de soja das dietas de suínos em crescimento e terminação por 50, 75 e 100% de farinha de larva de mosca-soldado negra parcialmente desengordurada e não observaram efeito negativo na qualidade da carne dos animais.

Relacionados con Nutrição animal

119
130
51

Comparte este podcast

Facebook Twitter LinkedIn Email
Portugués
POR
Avatar
Crear mi cuenta