agriFM

Selecione uma foto do seu computador ou arraste-a aqui. Tamanho recomendado 500px x 500px

Editar Canal



Thumb
Faça upload da imagem do seu podcast. Tamanho recomendado de 500 por 500 pixels.


SuínoBrasil

Canal SuínoBrasil

Seguir Seguir

Rotavirose suína: Epidemiologia, patogenia, sinais clínicos, diagnóstico e controle da doença

  • A rotavirose é uma das principais gastroenterites virais em neonatos de diferentes espécies animais, incluindo o homem. Apesar dos rotavírus estarem relacionados antigenicamente, o rotavírus suíno acomete apenas a espécie suína.
  • Em suínos os surtos de diarreia ocorrem principalmente em leitões lactentes e recém desmamados causando perdas econômicas relacionados a mortalidade, refugagem, perda de peso e uso de medicamentos.
  • EPIDEMIOLOGIA
  • A rotavirose suína está presente na maioria dos planteis mundiais e estudos mostram que a maioria dos suínos adultos apresentam sorologia positiva ao agente, ou seja, são portadores.
  • A doença é causada pelo rotavírus (RV) suíno, pertencente à família Reoviridae, gênero Rotavírus, vírus RNA de fita dupla, esférico, 70 a 100nm de diâmetro, capsídeo com simetria icosaédrica e sem envoltório.
  • PATOGÊNESE E SINAIS CLÍNICOS
  • O vírus tem tropismo por enterócitos maduros e acomete o intestino delgado invadindo e destruindo as vilosidades do epitélio intestinal. O resultado é a atrofia das vilosidades que ocasionam a má absorção e diarreia osmótica, que dificultam a digestão de açúcares e transporte celular de nutrientes e eletrólitos que levam o leitão à:
  • Desidratação,
  • Deficiência de energia e
  • Hipoglicemia.
  • LESÕES
  • Na necrópsia a parede intestinal apresenta-se fina, flácida e bastante transparente com presença de líquido e detritos no interior do intestino delgado e cólon.
  • DIAGNÓSTICO
  • A confirmação da rotavirose suína é baseada na combinação de avaliações histopatológicas com presença de atrofia das vilosidades do jejuno ou íleo e na detecção do RV por PCR em fezes.
  • CONTROLE E TRATAMENTO
  • Não existe terapia específica para a diarreia por RV. A terapia de suporte como hidratação com uso de eletrólitos, fornecimento de calor e ambiente seco são importantes para redução da gravidade do quadro entérico.
  • Para ler o artigo “Rotavirose suína: Epidemiologia, patogenia, sinais clínicos, diagnóstico e controle da doença”, clique AQUI
  • Ouça também: “Desequilíbrio entre a oferta e demanda de carne suína e os impactos na rentabilidade do setor
 

Relacionados com Suínocultura

83
90
116

Compartilhar este podcast

Facebook Twitter LinkedIn Email
Portugués
POR
Avatar
Criar a minha conta