agriFM

Selecione uma foto do seu computador ou arraste-a aqui. Tamanho recomendado 500px x 500px

Editar Canal


O VetanCast é uma ferramenta que foca na comunicação auditiva e oferece dinamismo para quem busca informações importantes e atualizadas sobre o setor agro. Em 12 minutos, convidades das mais diferentes áreas da cadeia produtiva do agronegócio vão apresentar opiniões sobre temas de relevância técncia e de mercado">
Thumb
Faça upload da imagem do seu podcast. Tamanho recomendado de 500 por 500 pixels.


nutriNews Brasil

Canal nutriNews Brasil

Seguir Seguir

A fundamental importância das vitaminas para a avicultura moderna

As vitaminas são compostos orgânicos não sintetizados pelas aves, o que demanda que sejam incorporadas através da dieta. Elas são essenciais para o funcionamento de importantes processos bioquímicos, especialmente funcionando como catalisadoras de reações químicas. Existem ainda as pró-vitaminas, substâncias a partir das quais o organismo é capaz de sintetizar vitaminas. Por exemplo: carotenos (pró-vitamina A) e esteróis (pró-vitamina D). Conforme a sua solubilidade, as vitaminas são classificadas em:
  • Lipossolúveis: aquelas solúveis em gordura, o que é uma característica importante, pois permite seu armazenamento orgânico. Fazem parte deste grupo as vitaminas A, D, E e K.
  • Hidrossolúveis: São as vitaminas do complexo B e a vitamina C, solúveis em água. Já estas não podem ser armazenadas no organismo, sendo absorvidas e excretadas rapidamente.
APLICAÇÕES DAS VITAMINAS FRENTE AOS MODERNOS DESAFIOS DA AVICULTURA Um dos principais desafios para a avicultura nos trópicos é o controle de temperatura dos aviários. Situações relacionadas a alta temperatura ambiente durante as fases de crescimento e engorda desencadeiam uma série de reações denominadas por estresse calórico. Existem diferentes mecanismos biológicos que reduzem o estresse térmico, por exemplo: respiração ofegante, sudorese e vasodilatação. Sob condições de estresse calórico, o consumo de ração e a atividade das aves são reduzidos. Elas passam mais tempo bebendo água, descansando e ofegando. A capacidade de controle térmico das aves é reduzida, sobretudo pelo fato de possuírem alta temperatura corporal (entre 41 e 42 ºC) e não disporem do mecanismo da sudorese, presente em outras espécies animais.
O estresse térmico também pode reduzir a digestibilidade de nutrientes, gordura e deposição de carne, reduzindo também a formação muscular das aves. Também pode induzir alcalose respiratória e suprimir a função imunológica dos lotes de frangos de corte. Mas o que tudo isso tem haver com vitaminas? Esse mesmo estresse térmico promove a redução da concentração corporal de vitaminas antioxidantes, como as vitaminas C, A e E. Também atua elevando a excreção de minerais fundamentais para a composição do plasma e a formação dos tecidos, levando a danos nas membranas celulares.

Relacionados com Aves

36
507
149

Compartilhar este podcast

Facebook Twitter LinkedIn Email
Portugués
POR
Avatar
Minha conta