agriFM

Selecione uma foto do seu computador ou arraste-a aqui. Tamanho recomendado 500px x 500px

Editar Canal



Thumb
Faça upload da imagem do seu podcast. Tamanho recomendado de 500 por 500 pixels.


nutriNews Brasil

Canal nutriNews Brasil

Seguir Seguir

Impacto ambiental da suinocultura

Atender a crescente demanda mundial por alimentos é certamente um dos maiores desafios que enfrentaremos nas próximas décadas. O setor produtivo (incluindo agricultura e pecuária) precisará alimentar uma população cada vez maior, porém, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de também atenderem às suas necessidades. Em outras palavras, a construção de sistemas agroalimentares sustentáveis é um requisito obrigatório. A suinocultura já apresenta níveis muito altos de desempenho e certamente tem um papel social importantíssimo para a segurança alimentar do planeta. Os impactos ambientais da suinocultura têm sido geralmente analisados de forma isolada (exemplo: com foco no animal) ou restrita às suas associações diretas (exemplo: emissões no ambiente onde o animal é criado). Estes indicadores são úteis quando as emissões poluentes da cadeia têm um efeito apenas no ambiente local e são frequentemente utilizados para avaliar a emissão de substâncias como nitrato, amônia ou fosfato. Porém, a suinocultura é uma cadeia complexa e, por isso, os impactos ambientais podem ser mais bem compreendidos em abordagens multidisciplinares que considerem todo seu ciclo de produção. As técnicas de avaliação global geram indicadores ambientais mais representativos, pois consideram além dos impactos diretos da atividade, também as emissões associadas às matérias-primas utilizadas ao longo da cadeia produtiva.
Todo produto causa um impacto ao meio ambiente, seja em função de seu processo produtivo, das matérias-primas que consome, ou devido ao seu uso ou disposição final.
No caso da suinocultura, um animal terminado para o abate só é produzido após uma longa cadeia (produção dos leitões; cultivo, colheita e transporte dos grãos; etc.) e em cada etapa desta cadeia produtiva, energia é gasta e elementos poluentes são gerados. A avaliação do ciclo de vida (do inglês, Life Cycle Assessment – LCA) é uma ferramenta amplamente reconhecida no contexto de análises globais de impacto ambiental. A técnica permite examinar um determinado sistema (serviço ou produto) e analisar sistematicamente os fluxos e os impactos ambientais que podem ser associados à totalidade do seu ciclo de vida (“do berço até ao túmulo” ou da extração das matérias primas até sua disposição final), pressupondo que há um impacto ambiental associado a cada recurso ou a cada unidade de energia consumida no sistema.

Relacionados com Suínocultura

23
27
93

Compartilhar este podcast

Facebook Twitter LinkedIn Email
Portugués
POR
Avatar
Criar a minha conta