agriFM

Selecione uma foto do seu computador ou arraste-a aqui. Tamanho recomendado 500px x 500px

Editar Canal



Thumb
Faça upload da imagem do seu podcast. Tamanho recomendado de 500 por 500 pixels.


nutriNews Brasil

Canal nutriNews Brasil

Seguir Seguir

Aminoácidos funcionais e a relação com a saúde intestinal em leitões desmamados

A ocorrência de doenças entéricas em leitões desmamados é responsável por limitar a expressão do potencial genético dos animais, pois reduz a capacidade da mucosa intestinal em absorver nutrientes de forma eficiente em decorrência de impactos negativos na integridade da mucosa intestinal (Eriksen et al., 2019). A prevenção e tratamento de enfermidades do trato gastrointestinal são realizados em sua maioria com o uso de antibióticos. No entanto, além da finalidade terapêutica, alguns antibióticos passaram a ser utilizados como melhoradores de desempenho, o que pode ocasionar em resistência de bactérias patogênicas a alguns princípios ativos, resultando na proibição desses antibióticos em diversos países (Albernaz-Gonçalves et al., 2021). Sendo assim, estratégias nutricionais têm sido elaboradas para substituir os antimicrobianos melhoradores de desempenho e mitigar os efeitos negativos de doenças entéricas no desempenho de leitões desmamados. Entre essas, pode-se destacar o uso de aminoácidos funcionais, como o triptofano, treonina e o glutamato, os quais podem atuar melhorando a saúde intestinal e consequentemente o desempenho produtivo.
Ainda, os aminoácidos funcionais podem atuar na imunidade da mucosa intestinal, estimular a proliferação de enterócitos e melhorar a integridade da barreira intestinal (Chalvon-Demersay et al., 2021).
Desta forma, a presente revisão tem como objetivo demonstrar os efeitos de aminoácidos funcionais como o triptofano, treonina e glutamina na saúde intestinal de leitões desmamados. O desmame é responsável por promover redução na eficiência do sistema imune, tornando o organismo suscetível a infecções virais e bacterianas. Em condições de baixa atividade imunológica, há aumento na ocorrência de enfermidades, por exemplo doenças gastrointestinais, responsáveis pela alta incidência de diarreia e queda no desempenho zootécnico. [cadastrar] A presença de distúrbios intestinais compromete a integridade e permeabilidade intestinal, resultando em mudanças morfológicas e fisiológicas que podem promover a atrofia das vilosidades e hiperplasia das criptas, interferindo negativamente na capacidade digestiva e absortiva de nutrientes, reduzindo assim a eficiência do funcionamento intestinal (Xiong et al., 2019).

Relacionados com Suínocultura

148
53
65

Compartilhar este podcast

Facebook Twitter LinkedIn Email
Portugués
POR
Avatar
Minha conta